Como avaliar se um backlink é de qualidade?

Ter a resposta definitiva para alguns assunto dentro do mercado de SEO é praticamente impossível, tudo é muito dinâmico e as coisas se renovam com muita velocidade. Mas se tem um assunto que sempre gerou duvidas e questionamento acima da média são os backlinks. 

Os backlinks são os fatores de posicionamento mais importantes do Google, desde a sua criação, e aqui neste artigo você vai receber um verdadeiro guia, um manual para identificar de uma vez por todas se o o backlink é de qualidade ou não.

Então, vamos lá…

O que são Backlinks?

Backlinks são apontamentos, referencias, que uns sites fazem para outros. Mas por que isso e importante?

O objetivo do Google é  mostrar para o usuário o melhor resultado possível, nós, como profissionais de SEO temos o dever de adaptar o site do cliente o máximo possível ao entendimento do Google. 

Porém quando você faz isso em um site desconhecido, aos olhos do Google, você encontra mais dificuldades para fazer com que esse site chame a atenção do buscador.

Ex.: Imagine que você se mude para uma cidade diferente, você vá morar em outro estado, que você não tenha amigos ou parentes vivendo la mas você conhece alguém que já visitou ou morou nesse estado. 

A primeira reação sua vai ser a de perguntar sobre o estado para essa pessoa que você conhece, perguntas como: Melhores lugares para ir, restaurantes bons, lugares para se divertir, melhores regiões, etc… Não?

A mesma coisa acontece com o Google, ele não tem referencias de que você seja bom caso não tenha outras pessoas falando que você é bom.

O passado dos backlinks

Para entendermos como podemos explorar o máximo dos backlinks hoje, nós temos que estudar o passado.

Precisamos entender o que aconteceu e o que está acontecendo com o Algoritmo do Google, o objetivo do SEO é ir para onde a bola esta indo, não para onde a bola está, estudar o passado vai nos fazer enxergar isso com mais clareza.

O Google é dividido em duas épocas: Antes e depois da humanização. 

Antes da humanização as prioridades no algoritmo do Google eram 100% robóticas, os principais itens eram medidos por capacidade de leitura técnica como: Quantidade de repetições de uma palavra-chave, palavra chave na URL, quantidade de sites apontando/Linkando para você, etc…

Nessa época todas as otimizações eram pensadas 100% no robô, a experiência do usuário não era assunto principal para o Google e o que aconteceu foi que muitas pessoas começaram a manipular os resultados com muita facilidade. 

Era bem fácil posicionar qualquer coisa, bastava cumprir alguns requisitos técnicos e pronto. O site estava bem colocado.

 
Depois de uma serie de atualizações, que eu chamo de humanização do algoritmo, os fatores de posicionamento mudaram drasticamente. O Google deixou de ter requisitos técnicos como prioridade no algoritmo e começou a priorizar o que realmente fazia sentido. 


Nesse ponto, no que diz respeito aos backlinks, o Google deixou de priorizar a quantidade de backlinks, o motivo é  simples: Isso não é humanizado! Como um site, normal, de um blogueiro sem muita experiência, vai ter 20,30 mil backlinks?

Então, grave essa regra, tudo que não for humano, HOJE, não faz sentido para o Google. Beleza?

Como esta o cenário de backlinks hoje?

Hoje os backlinks são medidos através do perfis de backlinks, como o Google não prioriza mais a quantidade teria que surgir uma maneira de determinar quais sites apareceriam nas primeiras colocações.

O perfil de backlinks é medido por 3 critérios: Contextualidade, autoridade e quantidade

Contextualidade

No passado não existia esse critério, os backlinks, hoje, têm duas funções, a primeira é fazer com que o seu site seja encontrado. 

O Google faz a leitura dos sites “manualmente” através de um robô que analisa todas as páginas, porém, todos os dias são criadas milhões de páginas e o Google não consegue encontrar todas essas páginas para determinar se elas merecem ou não estarem posicionados. 


Em muito dos casos você conteúdos super bons, sites super legais mas o Google ainda não conseguiu te encontrar por falta de backlinks.

A segunda função dos backlinks é mostrar para o Google que o seu site é reconhecido dentro mercado/nicho. Quanto mais apontamentos você receber de sites do mesmo nicho,ou relacionados ao seu, mais visibilidade com o Google você ganha, mas por que isso acontece?


Ex.: Imagine a mesma situação que falamos anteriormente, da mudança para outro estado.

Suponhamos que você treine musculação, você seja bodybuilder e você pergunta a seu amigo que conhece essa cidade que você esta indo, esse seu amigo NUNCA treinou musculação na vida, não entende nada de musculação.

Ele te responde que sim, conhece, e indica uma academia. 

De repente, você descobre que um body builder que você acompanha no Instagram é natural da cidade que você esta indo e ele diz que a academia que o seu amigo esta indicando não é boa e te indica outra.

Com certeza voce vai ignorar o que o seu amigo falou e vai na ideia do Body builder do Instagram, por que? Por que ele é Body Builder, ele entende do mercado de musculação, enquanto o seu amigo nem sequer treina. 

É exatamente assim que o Google classifica a força dos backlinks, quanto mais o nicho for relacionado, mais ele tem impacto, pelos mesmos motivos que faz você confiar mais no bodybuilder, você assume que ele tem mais conhecimento sobre aquele assunto, logo você confia mais. 

Os links de sites que são relacionados com o seu tem mais valor do que de sites que não tem a mínima ligação.

Autoridade 

A autoridade é o quão bom é essa pessoa que está falando de você, imagine se o rapaz, bodybuilder, do Instagram, fosse campeão do mister olímpia? Haveria alguma contestação acerca das palavras dele? Evidentemente não, afinal, o Mister Olímpia é evento mais importante do esporte, é como se fosse o melhor jogador do mundo, eleito pela FIFA falando, tipo um Cristiano Ronaldo.

Os sites conquistam autoridade com o Google recebendo apontamentos de outros sites, também de autoridade.

É importante sempre estar de olho no perfil de backlinks dos sites que estão apontando para você, para identificar se eles são ou não são de autoridade.

A única forma de analisar a autoridade de um site é analisando o seu perfil de backlinks, não existe nenhuma ferramenta que te possibilite fazer isso de forma automática. Todas as ferramentas que tem essa proposta não conseguem entregar precisão nos resultados pelo fato de que o Google não se importa com a parte técnica, lembra que o Google é humanizado?

Essa é a regra mor do Google e vai ser repetida em todas as etapas, sempre que estiver na duvida se algo funciona ou não, sempre opte pela opção mais humanizada, o que parece mais real. 

Receber backlinks de sites estrangeiros parece natural?

Receber links de sites que não tem relação nenhuma no conteúdo com o seu, te parece natural?

Por que um site de uma borracharia apontaria um link para uma floricultura? 

Sempre pense dessa forma porque isso nenhuma ferramenta consegue fazer, ainda. 

Quantidade 

O terceiro item é a quantidade.

A quantidade é de extrema importância porém por ordem de prioridade fica em ultimo da lista dos três fatores.

É muito mais viável ter Contextualidade e Autoridade do que quantidade, isso significa que mais vale 1 backlink bom do que 100 ruins. 

Pronto! Agora conseguiremos ir para a parte prática. 

Para analisar os backlinks você precisa ter acesso aos backlinks, correto?

A única forma de saber, com 100% de certeza, é checando o GSC (Google Search Console), ferramenta oficial do Google, é gratuita. 

Porém o acesso ao GSC é restrito ao dono do site, logo não temos acesso a essa informação. Em solução para este problema nos temos algumas ferramentas que fazem um bom trabalho, a melhor para essa situação é o Ahrefs.

Com essa ferramenta você vai conseguir ter acesso ao perfil de backlinks de qualquer site na internet, esteja ele on-line ou off-line no momento da pesquisa. 

Clicando em Referring domains você tem acesso a todos os links que o site que você está analisando está recebendo. 

Essa é a única maneira de analisar a autoridade de um domínio. 

Parâmetros a considerar

Imaginemos um cenário onde exista uma escala de 0 a 10.

O foco principal da análise DEVE ser NECESSARIAMENTE na Contextualidade de nicho do site que está enviando. 

Ex.: Vamos supor que tenhamos o SITE A, SITE B e SITE C.

O SITE A fala sobre tecnologia;

O SITE B fala sobre tecnologia;

O SITE C fala sobre jogos.

Um link de A para B teria uma nota 10, ambos falam exatamente do mesmo nicho. 

Um link de A para C teria uma nota 8, ambos falam de assuntos relacionados, jogos tem relação com tecnologia. 

Essa é a forma de analisar um domínio, saber se ele tem autoridade ou não. 

Utilizando esses parâmetros você vai conseguir medir a força de um site e essa informação é muito valiosa, pois com ela você consegue saber a quantidade de backlinks que você precisa para passar seus concorrentes.

Diferente do que muitos pensam, Existe uma fórmula para saber qual é a quantidade de backlinks que você precisa para ultrapassar seus concorrentes.

Só é possível ter acesso a essa informação através de uma correta análise dos links, que deve ser fundamentada nos três itens que vimos acima: Contextualidade, autoridade e quantidade. 

Recomendações 

Corra de links SPAM

Links SPAM não te passam autoridade alguma, identificar e não considerar links SPAM é fundamental para que você tenha mais precisão nas suas análises. 

Ps.: Como já falamos acima, todas as análises devem ser feitas manualmente, não existindo nenhuma ferramenta, nos dias de hoje, capaz de analisar, com precisão, o nível de SPAM de um site.

Desconsidere links do exterior

Links do exterior são muito mal vistos no Google, houve uma época que muitas pessoas usavam ferramentas de automação de backlinks e a maioria desses links era de sites do exterior, Japão, Rússia, Romênia, etc…

Esses links tem uma reputação muito ruim no Google e por isso você deve desconsiderar qualquer tipo de link com esses critérios.

Foque na autoridade real

Existem diversas ferramentas que “medem” a autoridade de um site, mas não temos hoje uma ferramenta que consiga dar parâmetros reais de autoridade. Isso porque as próprias ferramentas assumem que não têm acesso ao algoritmo do Google e todo o cálculo utilizado para medir a autoridade é criado por eles. Ou seja, eles chutam com critérios, não há nenhuma garantia de que estão certos.

Por isso é importante focar na autoridade real, por que um site com métricas baixas podem conter muita autoridade, se analisado de forma correta.

Nunca esqueça da contextualidade

A contextualidade é o item mais importante em um backlink, mais importante que a autoridade, logo, nunca se esqueça disso, ignore qualquer tipo de backlink que fuja desse critério. Ou seja, busque apenas backlinks de sites contextuais ao seu.

Considerações finais

Fico feliz em você ter chegado até o final, caso você queira aprender mais sobre SEO, você pode entrar no meu grupo no Telegram, lá eu compartilho conteúdos diários sobre o mercado de search.

Caso tenha interesse em saber como melhorar o posicionamento do seu site, clique aqui.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2019 SmartHat. Todos os direitos reservados